[CENA] 11 ― Os garotos na janela

Um quarto apertado. Simples e comum. Uma cama, uma escrivaninha, uma mesa com alguns livros, duas cadeiras e dois jovens ali. Dois amigos, praticamente irmãos. Um deles, sério e calado, com traços comuns, olhos castanhos, cabelos castanhos, roupas simples. Fácil de perder na multidão. O outro, sentado na cama, tinha o cabelo comprido, vestia roupas pretas e uma jaqueta jeans.

Enquanto o amigo estava sentado na mesa do quarto, fazendo as tarefas do colégio, o de cabelo comprido acendia um cigarro. Tragou e, lentamente, soprou a fumaça para fora de seus pulmões. Ele virou o rosto para a janela do quarto, estava chovendo. Teria ficado observando por mais alguns instantes, não fossem as palavras do amigo:

— Você deveria parar de fumar, Jack — disse o garoto que tentava concentrar-se em seu dever de casa — Vai acabar morrendo por causa disso.

— H-eh, sabe que isso não seria um problema, Dan. — respondeu — Não me importaria de morrer.

— Você pode não se importar, mas eu sim. — repreendeu ele — Qual é, ao menos tente reduzir esse vício.

— Okay, Dan, você quem manda — respondeu Jack apagando o cigarro.

Jack levantou-se da cama e foi até a mesa. Puxou a outra cadeira e apanhou um dos livros de Dan. Revirou as páginas por alguns instantes e largou-o. Dan soltou um muxoxo, que foi ignorado por Jack. Dan foi até a cozinha e quando voltou trazia consigo um pacote de biscoitos. Enquanto comiam, a garoa ia tornando-se uma chuva mais forte e a janela cada vez mais embaçada. Jack olhou para fora e Dan largou os deveres para acompanhar o amigo em sua observação.

Eles viam um mundo grandioso se abrir diante deles em meio à névoa chuvosa, eles sonhavam com o que poderia existir ali. Ficaram ali parados por algum tempo. Os sonhos que passavam em suas mentes iam mesclando-se uns aos outros.

Inspirados, empurraram os cadernos do colégio de Dan para fora da mesa e apanharam folhas em branco. Transmitiam seus pensamentos para o papel. Para eles aquela janela havia aberto todo um novo universo. Riam juntos com as ideias discutidas, com os personagens criados, com as cenas transmitidas.

E para quem os observasse do lado de fora, eram apenas garotos na janela…

Escrita em 16 de julho de 2013
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s