[RESENHA] O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares – Ransom Riggs

“A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas”.

Opinião do L. J. Lunewalker

Hey, último livro do ano de 2016. Eu ainda tenho alguns dias, mas decidi que precisava de uma folga para preparar o ano. Tenho ideias muito legais para 2017, mas vamos logo para o encerramento e nossa última resenha – prometo que ano que vem faço as resenhas que faltaram.

Enquanto lia, fui identificando padrões narrativos interessantes que me divertem. A jornada do herói, por exemplo, me parece ter sido a base completa para a linha que o autor decidiu usar enquanto escrevia. Jacob, o personagem principal, tem tudo que os heróis dessa linha precisam para fazê-la acontecer. Uma vida normal, um acontecimento estranho, o chamado para a aventura, as descobertas, um mentor, aliados, uma batalha e um ensinamento e uma decisão final.

Histórias do passado que se mesclam com o presente, romance, graça, personagens divertidos – embora pudessem ser mais trabalhados, eu acabava me esquecendo ocasionalmente quem era quem – e uma grande viagem.

Mas, apesar de ter sido uma leitura divertida, há coisas que precisam ser ditas:

A história tem uma excelente narrativa em primeira pessoa, mas é absurdamente enrolada. Sério, as coisas acontecem devagar quase parando e você começa a se perguntar se a história funcionaria se não fizesse parte de uma série – na minha opinião, não acho que daria certo – e, mais para o final, a história começa a correr para que as coisas aconteçam e nos deixem curiosos com o que vem a seguir.

É uma história muito boa, muito boa mesmo, mas ela não funcionaria se não fosse uma série, como história isolada ela ficaria meio… Parada demais. Minha nota final foi uma nota três de cinco, eu gostaria de subir, mas foi mesmo enrolada apesar de seu grande interesse.

E aí, alguém mais já leu essa história? O que acharam dela? Não, eu não vou entrar no mérito do filme, eu ainda nem assisti a obra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s