[RESENHA] Filhos de Anansi – Neil Gaiman

os_filhos_de_anansi__14268832072304sk1426883207b

Charlie Nancy tem uma vida pacata e um emprego entediante em Londres. A pedido da noiva, ele concorda em convidar o pai para seu casamento e fazer uma tentativa de reaproximação, já que há vinte anos os dois não se falam. Enquanto isso, no palco de um karaokê na Flórida, o pai de Charlie tem um ataque cardíaco fulminante. A viagem de Charlie até os Estados Unidos para o funeral acaba se tornando a jornada de uma nova vida. Charlie não tinha ideia de que o pai era um deus. Menos ainda de que ele próprio tinha um irmão. Agora sua vida vai ficar mais interessante… e bem mais perigosa. Embrenhando-se no território de lendas e deuses pagãos, a poderosa narrativa de Neil Gaiman leva o leitor a mergulhar nessa história fantástica e bem-humorada sobre relações familiares, profecias terríveis, divindades vingativas e aves muito malignas.

A obra é a continuação do consagrado escritor Neil Gaiman para sua saga a respeito de deuses modernos.


ISBN-13: 9788576161707

ISBN-10: 8576161702

Ano: 2006 / Páginas: 384

Editora: Conrad


Opinião do L. J. Lunewalker

“Todas as histórias pertencem ao Aranha”

Hey ho! Vamos a uma resenha especial, em clima de animosidade pelo lançamento (ainda não tão breve) da série Deuses Americanos, revisitei minha leitura de Filhos de Anansi, um spin-off da obra de Gaiman.

Se em Deuses Americanos a criatividade de Gaiman nos surpreende, em Filhos de Anansi nós nos divertimos com seu humor! Aprendemos sobre o Senhor de Todas as Histórias, Anansi, e seus filhos. Charles Nansi, conhecido como Fat Charlie (um apelido dado pelo próprio pai para sacaneá-lo), um homem bem inseguro e reservado, está morando com a noiva quando fica sabendo que seu pai morreu.

Indo ao velório ele reencontra o irmão, Spider, seu completo oposto! Um homem galanteador, confiante, engraçado e bastante largado também. O conflito começa quando esse irmão afirma que o pai deles não morreu, conhecendo o pai, um grande pregador de peças, ele pode estar apenas descansando e um dia retornará – mesmo que morto e enterrado mesmo!

Spider se envolve com a noiva de Fat Charlie, esse se mete com problemas com a polícia, uma policial investiga o caso deles, senhoras estranhas que eram vizinhas do senhor Nansi intrigam Fat Charlie e o ensinam sobre seu passado, mantendo segredos até dele mesmo.

Essa é uma história complicada de resenhar, de trabalhar sem contar as coisas que acontecem. Temos muitas surpresas durante a leitura. Caramba, há coisas do misticismo africano que me deixou surpreso de não conhecer, lendas antigas que eu – um louco por lendas – não conhecia.

05

Quem mais está ansioso por Deuses Americanos? Sinceramente, eu estou mais ansioso pra saber se haverá esse spin-off!


Apoie o Drink Escarlate noNão se esqueçam que também estamos com uma campanha de financiamento coletivo para o lançamento físico do livro Drink Escarlate, acesse e nos ajude com seu apoio!


PADRIMGostou do conteúdo? Quer ajudar com a produção de mais e mais coisas como essas? Apadrinhe o Diário Lunar!

Anúncios

Um comentário sobre “[RESENHA] Filhos de Anansi – Neil Gaiman

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s